Vamos Parcelar

Aposentadoria: como ter mais de uma fonte de renda?

Use o agora para organizar o seu futuro financeiro. Confira como se preparar para se aposentar de forma tranquila!
3 min. de leitura
Atualizado em 18 abr 22
Acesso rápido

Nada mais justo do que descansar depois de uma vida inteira trabalhando duro. Por vezes muitas pessoas param para pensar em como vai ser esse período da aposentadoria. Frequentemente algumas chegam a planejar viagens, a estabelecer coisas novas que pretendem aprender e, por fim, a refletir sobre ideias que sonham em tirar do papel e nunca tiveram a chance por conta da correria do dia a dia de trabalho. 

O fato é: seja lá qual for o seu plano, para pôr em prática você vai precisar de dinheiro caindo na sua conta todo mês e nem sempre o valor recebido através da previdência social vai ser suficiente. Por isso, é importante usar o agora para pensar no seu futuro financeiro. A boa notícia é que é possível criar um plano para se aposentar sem depender de apenas uma fonte de renda. 

Não se preocupe, estamos aqui para ajudar! Listamos algumas estratégias que vão auxiliar na criação de um planejamento que vai te permitir ter uma aposentadoria tranquila, então pegue a caneta e o papel para anotar todas as dicas. Confira!

Eu pago INSS, preciso me planejar?

Antes de tudo, vamos à explicação do que é INSS e previdência social. O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é a autarquia responsável pela previdência social, um sistema público que garante a aposentadoria dos trabalhadores brasileiros através de uma contribuição mensal paga por esses trabalhadores ao longo de sua vida. 

Agora vamos à resposta para a dúvida: sim, você deve se planejar mesmo se estiver com o pagamento do INSS em dia. Por ser um sistema público que atende uma grande parcela da população, a previdência pública pode apresentar instabilidade e mudanças que podem afetar seus planos, ou seja, ela é uma fonte de renda para a aposentadoria, mas ela não precisa ser a única. 

Por outro lado, apesar de existir várias outras opções, você não deve desistir do INSS pois ele pode te trazer certa segurança ou até complementar suas outras fontes de renda. 

Plano de aposentadoria individual

Primeiramente você deve entender seus objetivos para o futuro e o estilo de vida que pretende ter durante esse período. Depois que isso estiver definido, você deve montar um plano de aposentadoria. Calma, parece complexo mas pontuamos algumas coisas que você deve levar em consideração nesse planejamento: 

  • Idade: com quantos anos você quer se aposentar e quanto falta para chegar lá? Ao passo que a idade que pretende se aposentar se aproxima, menos chance terá para organizar o dinheiro necessário. 
  • Quanto seus planos vão custar? é importante refletir sobre o que você quer fazer para incluir os gastos no orçamento. Você pretende viajar pelo Brasil, por exemplo? Ou pensa em comprar uma casa na praia? 
  • Alguém depende de você? Quando você se aposentar, alguém vai precisar da sua renda para se manter? Alguém vai te ajudar a pagar as contas fixas? É importante projetar todas essas situações.   
  • Plano de Saúde: quanto mais velho mais necessário um plano de saúde e maior será o custo. A assistência médica costuma ficar mais cara com o aumento da sua idade. Coloque isso no orçamento!
  • Trabalho: definitivamente esse é um dos pontos principais para a sua aposentadoria. Ao contrário do que muitos pensam, você não necessariamente precisa parar de trabalhar ao se aposentar. Inclusive, de acordo com uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) atualmente 71% das pessoas aposentadas trabalham para complementar a renda. A decisão que você tomar nesse momento vai definir o rumo do seu período de aposentadoria. 

Melhores investimentos 

Investir pode ser uma boa opção, porém é preciso ter atenção. Os investimentos escolhidos precisam ser mais seguros, em ativos de renda fixa, que cubram os efeitos da inflação. Os mais recomendados são os CDBs de longo prazo, LCIs e LCAs, CDI e Tesouro IPCA.

Previdência privada

Mais conhecida como previdência complementar, na alternativa o trabalhador contribui com determinado valor para uma instituição financeira particular. Existem vários formatos e tipos, com variação no valor de contribuição e nos prazos. O Banco do Brasil, por exemplo, oferece planos de previdência privada

Sou jovem, preciso pensar nisso agora?

Quanto antes, melhor. De acordo com uma pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), oito em cada dez brasileiros estão despreparados para a aposentadoria. Fuja dessa estatística para não passar sufoco quando chegar a hora. 

Quanto mais cedo você começar a investir na sua aposentadoria, mais tranquilo vai ser quando o momento chegar. E se você está sem grana para dar o primeiro passo nesse investimento, não se preocupe, a VP te ajuda! Aqui você pode parcelar seus boletos e impostos em até 24x com a menor taxa de serviço do mercado, assim sobra um dinheirinho para seu planejamento. E aí, que tal pensar no seu futuro a partir de hoje?

Acesso rápido

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre educação financeira, investimentos e novidades da VP.

Autorizo o envio de conteúdo e estou de acordo com a Política de Privacidade da VP.

Siga nossas redes sociais

Acompanhe os conteúdos e fique por dentro das novidades!

Postagens relacionadas

Prontinho! Agora você já pode usar o seu cupom para colocar seus débitos em dia.

Copiar e pagar Copiado!