Vamos Parcelar

Blockchain: entenda a tecnologia por trás das criptos e NFTs

Criptomoedas, NFTs e blockchain, parece tudo muito complexo. Entretanto, pode ser mais simples e interessante do que você imagina! Clique aqui e entenda essas novas tecnologias!
2 min. de leitura
Atualizado em 26 maio 22
Acesso rápido

Apesar de ter surgido juntamente com o bitcoin, hoje a tecnologia blockchain já conseguiu se desassociar da criptomoeda. Ela se tornou peça importante no mercado financeiro digital como um todo. Mas para entender do que se trata essa ferramenta é preciso antes compreender alguns pontos que explicam sua necessidade no mundo de hoje.

Como foi dito acima, a tecnologia foi criada para validar as transações com moedas digitais. Entretanto, cada vez mais o sistema se mostrou eficiente para diversos outros processos computacionais. Além disso, poucas pessoas sabem, mas não existe um blockchain. Essa ferramenta é essencialmente uma rede interligada de computadores para realizar registros distribuídos.

Então, descubra abaixo como o blockchain funciona e quais tecnologias utilizam dessa ferramenta para suas validações.

O que é blockchain?

Essa tecnologia tem como papel central fazer registros de transações de criptomoedas e outros ativos digitais. Ou seja, é o blockchain que garante o valor agregado a esses códigos criptografados. Dessa forma, você tem a certeza que seus bens tem sua grandeza garantida dentro desse mercado.

Outra questão desse sistema é a sua descentralização. Enquanto um banco ou instituição financeira necessita de uma grande infraestrutura para garantir a segurança dos valores de seus clientes, o blockchain faz isso com uma rede de computadores espalhados por todo o mundo.

Como funciona o blockchain?

Qualquer transação feita nos mercados que utilizam o blockchain são registradas de forma cronológica e periodicamente em linhas de códigos. Com isso, essas informações se unem em blocos e posteriormente em uma corrente. Por isso o nome da tecnologia (block = bloco, chain = corrente).

Esses dados criptografados não podem ser alterados, toda nova movimentação gera um novo código. Ou seja, todas as transições ficam registradas para sempre no sistema de computadores. Com isso, o usuário consegue se sentir mais seguro ao movimentar seus ativos.

Criptomoedas

Quando se fala de dinheiro papel, sabemos que há um banco ou instituição financeira por trás de todo o processo. Há também um governo que rege a atuação dessas organizações. Entretanto, no mercado digital é a corrente de blocos que situa os caminhos dos bens negociados. Ou seja, o blockchain substitui o tradicional, para alguns, trazendo liberdade a esse mercado.

NFT

Você com certeza já ouviu alguém falando que NFT é apenas uma imagem e não é difícil de se replicar. Todavia, não é bem assim. É exatamente o blockchain que torna o ativo único, pois cada “imagem” tem em sua composição um código registrado na rede de computadores que compõem o sistema. E é essa marcação única que faz com que esses bens se valorizem e desvalorizem.

Olha, tem curiosidades aí que eu não fazia ideia.  Vivendo e aprendendo, hein?! Quer ver mais conteúdos como esse? Fique atento ao nosso blog! Todos os dias saem artigos fresquinhos e com temas super atuais. Ainda não conhece a VP? Não perca tempo! Pague suas contas e organize sua vida financeira na plataforma mais completa do mercado. Só aqui você parcela todos os seus impostos em até 18X e contas em até 24X com a menor taxa de serviço do mercado.

Acesso rápido

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre educação financeira, investimentos e novidades da VP.

Autorizo o envio de conteúdo e estou de acordo com a Política de Privacidade da VP.

Siga nossas redes sociais

Acompanhe os conteúdos e fique por dentro das novidades!

Postagens relacionadas

Prontinho! Agora você já pode usar o seu cupom para colocar seus débitos em dia.

Copiar e pagar Copiado!