Vamos Parcelar

Golpe da maquininha de cartão: saiba como identificar

Entenda aqui como essa fraude acontece e não corra o risco de ser enganado(a) ao passar seu cartão!
2 min. de leitura
Atualizado em 07 jun 22
Acesso rápido

Diariamente surgem novos golpes envolvendo cartão de crédito e muitas vezes só a atenção não é o suficiente. É preciso entender como essas fraudes funcionam para evitar que elas aconteçam com você ou com alguém próximo. No momento, uma prática que está fazendo novas vítimas todos os dias é o golpe da maquininha.

Esse crime consiste no uso de máquinas de cartão de crédito adulteradas. Assim, o criminoso coloca um alto valor de pagamento, mas as casas da centena e do milhar não ficam visíveis ao usuário. Assim, o cliente acha que está pagando a quantia certa, mas um montante muito maior sai de sua conta. O golpe da maquininha é comum principalmente em corridas de aplicativo e pedidos de delivery.

Então, descubra abaixo como identificar essa fraude e aprenda como não cair no golpe.

Como o golpe da maquininha funciona?

Nessa situação, os criminosos adulteram a máquina de cartão de crédito, geralmente na parte do visor. Com isso, o valor total da transação não fica visível para o pagante. Ou seja, a pessoa acredita que está pagando a quantia correta, mas acaba caindo no golpe e precisa correr atrás de reaver o dinheiro.

Por exemplo, o seu delivery ficou no valor de R$15,99. Na hora do pagamento, já com o equipamento nas condições necessárias para o crime, o atendente coloca a quantia de R$2.015,99 para ser quitada. Assim, como a visualização na tela está alterada, você acha que está tudo nos conformes e só depois percebe o prejuízo de 2 mil reais, nesse caso.

Como identificar a fraude?

Não é simples, pois diferentemente de outros golpes a maquininha de cartão mostra os números, só não por completo. Então, é preciso, antes de tudo, desconfiar. Sempre olhe bem para o equipamento de pagamento, veja se não há qualquer tipo de falha na tela e se ela parece estar em boas condições.

Contudo, muitas vezes não é possível identificar. Por isso, sempre que realizar um pagamento no cartão, logo em seguida confira o extrato no aplicativo do seu banco. Dessa maneira, você pode instantaneamente questionar a pessoa ou estabelecimento e solicitar o cancelamento da operação.

Como evitar o golpe da maquininha?

Uma das opções é evitar usar o seu cartão em lugares que não passam confiança. Nesse caso, busque outras alternativas de pagamento. Se a compra era no débito, opte pelo PIX, pois é você quem informa o valor. Já no caso do crédito, principalmente quando se tratar de um serviço de aplicativo, busque pagar pela própria plataforma. Assim as empresas, como Uber e iFood, é que serão as responsáveis pela transação.

Outra maneira de evitar esse golpe é mudar os limites do seu cartão. Hoje em dia, a maioria dos bancos permite uma personalização dos valores que os cartões passam, seja em uma modalidade específica (débito e crédito) ou na aproximação. Se achar necessário, entre em contato com a instituição financeira responsável e veja quais são as opções para o seu cartão.

 Este artigo é mais um conteúdo desenvolvido pela Vamos Parcelar com intuito de veicular informação de qualidade ao máximo de pessoas possíveis. Se ainda não conhece a VP, acesse nosso site e venha pagar os seus impostos em 18x e contas em até 24x no cartão de crédito!

Acesso rápido

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre educação financeira, investimentos e novidades da VP.

Autorizo o envio de conteúdo e estou de acordo com a Política de Privacidade da VP.

Siga nossas redes sociais

Acompanhe os conteúdos e fique por dentro das novidades!

Postagens relacionadas

Prontinho! Agora você já pode usar o seu cupom para colocar seus débitos em dia.

Copiar e pagar Copiado!