Vamos Parcelar

IGP-M: o que é e para que serve?

Você sabe para que serve esse índice? Sabia que ele pode interferir diretamente nos produtos que você consome? Veja como!
2 min. de leitura
Atualizado em 22 jun 22
Acesso rápido

Provavelmente você nunca ouviu falar do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M). Entretanto, ele está mais presente no seu dia-a-dia do que você imagina. Divulgado mensalmente pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) desde o final dos anos 40, diversas instituições utilizam o resultado do cálculo que gera o IGP-M para definir preços.

Contudo, é o setor imobiliário, mais especificamente os aluguéis, que popularizaram o índice. Isso ocorre, pois é muito comum neste mercado que pessoas físicas e imobiliárias usem o IGP-M para determinar os reajustes anuais repassados aos inquilinos.

Então, veja abaixo o que é o IGP-M, como é feito seu cálculo e como ele pode afetar sua vida financeira.

O que é IGP-M?

É um indicador que tem como objetivo medir de forma abrangente o movimento de preços, tanto de atividades, quanto de etapas do processo produtivo. Ou seja, o IGP-M indica mensalmente o nível de atividade econômica do país, levando em conta os principais setores da economia.

Além disso, ele é um ótimo determinador da inflação do país. Assim, é possível analisar o IGP-M de forma a entender como está o poder de compra dos cidadãos, os valores praticados nas áreas mais importantes do mercado interno e a perda ou ganho de valor do dinheiro.

Para que serve o IGP-M?

Como foi dito acima, sua principal atuação é no setor imobiliário. Mas como? Anualmente ou ao fim de um contrato, financiamentos de imóveis e aluguéis sofrem reajustes de acordo com a inflação. Dessa forma, é feito um cálculo usando o IGP-M como base, pois diferentemente de outros índices, ele leva em consideração no seu cálculo os preços da construção civil.

Todavia, não é só isso. Esse índice é sim utilizado em outras áreas. O motivo para a escolha do IGP-M é o número de fatores levados em consideração na sua determinação, o tornando um indicador muito completo e confiável. Por exemplo, muitas empresas de fornecimento de energia, escolas que cobram mensalidades e instituições que oferecem panos de saúde utilizam o índice para os reajustes.

Como o cálculo é feito?

O cálculo do IGP-M utiliza uma ampla base de estudos. Dessa forma, o valor final é resultado da média aritmética de outros três índices (cada um com um peso diferente). Veja abaixo:

  • IPA – Índice de Preços ao Produtor Amplo (60% da composição final);
  • IPC – Índice de Preços ao Consumidor (30% da composição final);
  • INCC – Índice Nacional de Custo da Construção (10% da composição final).

Como isso afeta pode me afetar?

Bom, ficou claro que este índice determina a mudança dos preços de vários produtos e serviços que estão presentes no seu cotidiano. Então, é importante entender o funcionamento do IGP-M para saber porque certa coisa aumentou ou abaixou de valor. Na prática, com a inflação em alta, a tendência é que os valores também aumentem mensalmente e anualmente, mesmo que na maioria seus rendimentos não acompanhem essa variação.

Por isso é necessário se planejar. Você pode consultar no site da Fundação Getúlio Vargas os números mais atuais do IGP-M. Assim, fica fácil prever um aumento no valor do seu aluguel ou plano de saúde, por exemplo. Agora, se a subida for muito brusca, é necessário buscar alternativas para não ficar inadimplente. Uma opção viável é parcelar essas contas que estão muito caras.

Por isso, seja bem vindo a VP! Aqui você encontra um lugar onde vale a pena pagar contas. Além de parcelar boletos em até 24x e impostos em até 18x no cartão de crédito, oferecemos diversas vantagens como cashback e unificação dos seus débitos.

Acesso rápido

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre educação financeira, investimentos e novidades da VP.

Autorizo o envio de conteúdo e estou de acordo com a Política de Privacidade da VP.

Siga nossas redes sociais

Acompanhe os conteúdos e fique por dentro das novidades!

Postagens relacionadas

Prontinho! Agora você já pode usar o seu cupom para colocar seus débitos em dia.

Copiar e pagar Copiado!