Vamos Parcelar

O que é seguro viagem?

Vai viajar para outro país e deseja ter mais segurança? Clique aqui e saiba tudo sobre o seguro viagem!
4 min. de leitura
Atualizado em 29 abr 22
Acesso rápido

Programar uma viagem requer bastante planejamento. É preciso que você escolha o destino, a hospedagem, os lugares que vai visitar, quantos dias vai ficar, entre outras coisas. Entretanto, para garantir maior segurança nas suas férias, é importante que você não deixe de contratar um seguro viagem. 

Esse tipo de serviço vai te dar suporte quando algum imprevisto acontecer. Caso você passe mal durante a viagem, por exemplo, ou a sua bagagem seja extraviada. É através do seguro que você terá a assistência necessária. Dessa forma, separamos neste artigo algumas informações essenciais que você precisa saber na hora de contratar um seguro viagem. Confira! 

Como funciona o seguro viagem? 

É como se fosse um plano de saúde temporário e também uma garantia de indenização caso você passe por algum acidente ou imprevisto. E ele irá valer durante toda a sua estadia no exterior, de acordo com as normas da seguradora que você contratou. 

Normalmente, este tipo de serviço é contratado para viagens internacionais, onde os planos de saúde brasileiros não são aceitos. Mas nada impede que você contrate o seguro para uma viagem nacional. 

Qual a importância em contratar o seguro? 

Imprevistos podem acontecer a qualquer momento e infelizmente isso inclui as suas férias. Para evitar qualquer tipo de transtorno e gastos excessivos, ter um seguro viagem é a melhor forma de economizar. 

Por exemplo, em alguns países como os Estados Unidos, uma consulta básica pode custar em torno de 200 dólares e uma internação entre 5.000 dólares. Portanto, ter o seguro viagem vai te garantir a indenização do atendimento além da assistência necessária para buscar o atendimento médico. E tudo isso por um preço bem mais em conta. 

O seguro viagem é obrigatório?

Sim e não, isso vai depender do destino que você escolher. Alguns países da Europa, que fazem parte do Tratado de Schengen, exigem a contratação de um seguro. Entretanto, a cobertura médica precisa ser no valor mínimo de 30 mil euros. Sem essa garantia, você pode ser barrado na imigração e ficar impossibilitado de entrar no país. Por outro lado, caso deseje viajar para países como os Estados Unidos, Chile e Reino Unido, o  seguro não é obrigatório. Contudo, para evitar maiores transtornos, adquirir o serviço pode ser a melhor opção. 

Seguro viagem x assistência de viagem 

Se você pretende contratar o seguro viagem, já deve ter notado que existem algumas diferenças entre seguro e assistência. A principal diferença entre um serviço e outro, é quem pagará pelo atendimento no momento que ele for utilizado. 

No seguro viagem, você paga todas as despesas médicas do próprio bolso e depois a seguradora te reembolsa os valores gastos. Já na assistência de viagem, todo o atendimento será arcado pela empresa contratada. Contudo, você precisará entrar em contato primeiro com a seguradora e ela te fornecerá o local onde será feito o atendimento. 

Entretanto, uma resolução publicada em 2014 pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), definiu que a assistência e o seguro viagem passam a ser uma coisa só. Portanto, ao contratar o serviço, você deve ler com atenção as condições do contrato para ficar ciente se o seguro garante todos serviços. 

Quanto custa um seguro viagem? 

Diferente do que você imagina, um seguro viagem é bem barato quando comparado a uma consulta médica em outros países. Os valores podem variar de acordo com o tempo de estadia do seu destino. Em média, o seguro custa entre 6 a 10 reais por dia. E pode ser adicionado no seu orçamento tranquilamente, pois é bem em conta.

Contudo, é importante que você consulte esses valores com a seguradora já que cada viajante tem uma necessidade de atendimento médico. Por exemplo, uma pessoa de 70 anos pode pagar um pouco mais caro em um seguro comparado a você que tem entre 20 e 30 anos. Isso vai do carecimento de cada um. E não se esqueça, caso você pratique algum esporte radical durante a viagem, opte por um seguro mais completo. O investimento pode ser um pouco maior, mas é melhor estar prevenido.

Qual a cobertura de um seguro viagem? 

Alguns serviços padrão como emergências médicas, hospitalares ou indenização por bagagens extraviadas são oferecidos pelas seguradoras. Entretanto, se você quer estar preparado para qualquer imprevisto, ter um plano completo que abrange mais serviços também pode ser fornecido.  

Os eventos mais comuns que as empresas de viagem cobrem são atendimento médico, hospitalar ou odontológico 24 horas. Serviços de transporte como traslado médico e translado de corpo também são inclusos. Por fim, cobertura por óbito em viagem, invalidez total por acidente durante a viagem, assistência jurídica/financeira e morte ou doença grave de algum membro da família. 

Além disso, existem coberturas extras que podem ser contratadas caso você deseje. São elas, atendimento para COVID-19 e pandemias, cancelamento de viagem, volta antecipada por conta de acidente e despesas de bagagens extraviadas. Ademais, alguns seguros cobrem atraso de voos, gestantes e acidentes com esportes radicais. 

Quando e como contratar o seguro viagem? 

Primeiro, você precisa escolher a empresa que deseja fazer a contratação. Você pode procurar pela internet, através de sites focados em conteúdos de viagem. Além disso, não deixe de consultar no site Reclame Aqui se a empresa tem bom relacionamento com o cliente. Afinal, a comunicação entre vocês vai ser primordial caso precise acionar o seguro. Após escolher a seguradora, entre em contato com a mesma e contrate o serviço antes do início da sua viagem. Todo o processo pode ser feito de forma online ou na própria empresa, isso depende de qual você vai preferir. 

Como acionar o seguro? 

O processo é bem simples, basta ligar para o número de telefone disponível na apólice do seguro e solicitar atendimento. A ligação é gratuita e você será atendido em português. Além disso, algumas  seguradoras possuem aplicativos de celular, o que ajuda mais ainda na comunicação.

Desde já, é importante que você tenha sempre em mãos os seus documentos pessoais, passaporte e o número da sua apólice. Ademais, sempre deixe com alguém do seu país de origem os documentos necessários para acionar o seguro caso algo aconteça. 

Em conclusão, adquirir um seguro acaba se tornando algo indispensável para a sua viagem. Afinal, quanto menos dor de cabeça passar nas suas férias, melhor. Portanto, não deixe de contratar o serviço e viajar com mais segurança! 

Entretanto, você deixou dinheiro separado apenas para as outras despesas e esqueceu do seguro viagem? Não se preocupe! Traga o seu boleto para a VP e parcele em até 24x no cartão de crédito. #PartiuViajar 

Acesso rápido

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre educação financeira, investimentos e novidades da VP.

Autorizo o envio de conteúdo e estou de acordo com a Política de Privacidade da VP.

Siga nossas redes sociais

Acompanhe os conteúdos e fique por dentro das novidades!

Postagens relacionadas

Prontinho! Agora você já pode usar o seu cupom para colocar seus débitos em dia.

Copiar e pagar Copiado!