Vamos Parcelar

Valores a receber: saiba quem tem direito e como fazer a solicitação

O Banco Central disponibilizou recentemente um novo sistema para a consulta de valores a serem recebidos. Saiba aqui como acessar a plataforma!
3 min. de leitura
Atualizado em 14 fev 22
Acesso rápido

Após a alta demanda nas consultas que inclusive, acabou gerando instabilidade em seu site, o Banco Central (BC) liberou um novo sistema onde a população poderá conferir se possui valores a receber em bancos e outras instituições financeiras. Essa nova ferramenta denominada de Sistema de Valores a Receber (SVR) começou a funcionar no dia 14 de fevereiro no domínio: valoresareceber.bcb.gov.br.

Segundo cálculo do Banco Central, nesta primeira etapa cerca de 28 milhões de pessoas e empresas que encerraram contas-correntes ou poupanças com saldo disponível, desde 2001, poderão consultar o sistema. Ou seja, elas tem direito a algo em torno de R$ 3,9 bilhões de reais do total de R$ 8 bilhões, do dinheiro a ser devolvido. O restante será liberado em outra etapa.

Calendário do Banco Central

Data de nascimento (pessoa) ou de criação (empresa)
Período de agendamento (consulta e resgate)
Data de repescagem (para quem perder a data agendada)

Antes de 19687 a 11/312/3
Entre 1968 e 198314 a 18/319/3
Após 198321 a 25/326/3

Passo a passo para acessar o sistema:

1. Crie uma conta Gov.br

Ter acesso a essa plataforma é muito simples e benéfico, já que com uma única senha é possível acessar vários serviços digitais do governo. No entanto, cada serviço público exige um nível de segurança diferente. São três níveis: ouro, prata e bronze, guarde bem essa informação, ela será muito relevante mais à frente.

Você poderá criar sua conta através do aplicativo ou pelo site. Se estiver no aplicativo, clique no botão “Entrar com gov.br”. Já se estiver no site, clique no botão “Criar conta gov.br”, e em seguida, digitar o CPF e seguir as orientações.

2. Habilite o cadastro

Existem algumas alternativas para realizar a habilitação do cadastro, são elas: e-mail ou SMS que será enviado para o telefone informado. Após receber o e-mail ou SMS de habilitação é preciso clicar no link enviado que tem validade de apenas 15 minutos para realizar a ativação da conta. Caso ultrapasse o prazo será necessário fazer uma nova solicitação de envio.

3. Crie uma senha

Em seguida, após clicar no link de ativação, informe novamente o CPF e defina uma senha de acesso. A partir daí a conta no gov.br poderá ser utilizada também para outros serviços do governo federal.

4. Nível da conta

Assim que realizar o login você saberá qual é o seu nível de segurança e confiabilidade. O sistema possui três: ouro, prata e bronze. As diferenças entre cada um estão nos dados validados, nas bases de dados, em quais serviços públicos podem ser acessados e por último, as transações digitais que podem ser realizadas.

5. Acesso ao SVR

Para conseguir acessar o Sistema de Valores a Receber do Banco Central é necessário que o usuário possua um login na plataforma Gov.br nível prata ou ouro. Dessa forma, caso o seu ainda esteja na categoria Bronze é possível solicitar uma mudança de nível.

Na própria página aparecerá uma lista de opções para “adquirir novas confiabilidades do gov.br”, ou seja, aumentar a segurança da sua conta. Em algumas alternativas, como a validação facial pelo Denatran para obter nível prata, será necessário que o usuário tenha efetuado o cadastro  da biometria em outras bases de dados do governo.

Já quem dispõe de conta em banco poderá adquirir o nível prata por meio do cadastro validado via internet banking. Dessa forma, a plataforma do governo confirmará os dados pelo login na instituição financeira em questão.

Cuidados a serem tomados

É imprescindível que você preste atenção nas informações a seguir para não cair em golpes. O único site disponível para consulta é o valoresareceber.bcb.gov.br, ou seja, se for qualquer outro não entre e nem forneça seus dados. Além disso, o Banco Central não entrará em contato com nenhum usuário, nem enviará links por SMS, Whatsapp, Telegram ou e-mail para confirmar dados pessoais ou tratar de valores a receber. Mas se vier a perder a data informada deverá refazer todo o processo e anotar a nova data para solicitar o acesso ao dinheiro.

Por fim, é necessário enfatizar que o processo de resgate de valores esquecidos é totalmente gratuito. Entre outras palavras, o usuário não deverá em nenhuma hipótese  fazer qualquer pagamento para consultar o valor a ser recebido e muito menos para sacar o dinheiro.

Então, esclarecemos suas dúvidas? Se ainda não conhece a VP acesse nosso site e venha entender porque aqui é um lugar onde vale a pena pagar impostos e contas!

Acesso rápido

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre educação financeira, investimentos e novidades da VP.

Autorizo o envio de conteúdo e estou de acordo com a Política de Privacidade da VP.

Siga nossas redes sociais

Acompanhe os conteúdos e fique por dentro das novidades!

Postagens relacionadas

Prontinho! Agora você já pode usar o seu cupom para colocar seus débitos em dia.

Copiar e pagar Copiado!