Vamos Parcelar

logo-vp

Aposentadoria: como ter mais de uma fonte de renda?

Use o agora para organizar o seu futuro financeiro. Confira como se preparar para se aposentar de forma tranquila!
3 min. de leitura
Acesso rápido

Nada mais justo do que descansar depois de uma vida inteira trabalhando duro. Por vezes muitas pessoas param para pensar em como vai ser esse período da aposentadoria. Frequentemente algumas chegam a planejar viagens, a estabelecer coisas novas que pretendem aprender e, por fim, a refletir sobre ideias que sonham em tirar do papel e nunca tiveram a chance por conta da correria do dia a dia de trabalho. 

O fato é: seja lá qual for o seu plano, para pôr em prática você vai precisar de dinheiro caindo na sua conta todo mês e nem sempre o valor recebido através da previdência social vai ser suficiente. Por isso, é importante usar o agora para pensar no seu futuro financeiro. A boa notícia é que é possível criar um plano para se aposentar sem depender de apenas uma fonte de renda. 

Não se preocupe, estamos aqui para ajudar! Listamos algumas estratégias que vão auxiliar na criação de um planejamento que vai te permitir ter uma aposentadoria tranquila, então pegue a caneta e o papel para anotar todas as dicas. Confira!

Eu pago INSS, preciso me planejar?

Antes de tudo, vamos à explicação do que é INSS e previdência social. O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é a autarquia responsável pela previdência social, um sistema público que garante a aposentadoria dos trabalhadores brasileiros através de uma contribuição mensal paga por esses trabalhadores ao longo de sua vida. 

Agora vamos à resposta para a dúvida: sim, você deve se planejar mesmo se estiver com o pagamento do INSS em dia. Por ser um sistema público que atende uma grande parcela da população, a previdência pública pode apresentar instabilidade e mudanças que podem afetar seus planos, ou seja, ela é uma fonte de renda para a aposentadoria, mas ela não precisa ser a única. 

Por outro lado, apesar de existir várias outras opções, você não deve desistir do INSS pois ele pode te trazer certa segurança ou até complementar suas outras fontes de renda. 

Plano de aposentadoria individual

Primeiramente você deve entender seus objetivos para o futuro e o estilo de vida que pretende ter durante esse período. Depois que isso estiver definido, você deve montar um plano de aposentadoria. Calma, parece complexo mas pontuamos algumas coisas que você deve levar em consideração nesse planejamento: 

  • Idade: com quantos anos você quer se aposentar e quanto falta para chegar lá? Ao passo que a idade que pretende se aposentar se aproxima, menos chance terá para organizar o dinheiro necessário. 
  • Quanto seus planos vão custar? é importante refletir sobre o que você quer fazer para incluir os gastos no orçamento. Você pretende viajar pelo Brasil, por exemplo? Ou pensa em comprar uma casa na praia? 
  • Alguém depende de você? Quando você se aposentar, alguém vai precisar da sua renda para se manter? Alguém vai te ajudar a pagar as contas fixas? É importante projetar todas essas situações.   
  • Plano de Saúde: quanto mais velho mais necessário um plano de saúde e maior será o custo. A assistência médica costuma ficar mais cara com o aumento da sua idade. Coloque isso no orçamento!
  • Trabalho: definitivamente esse é um dos pontos principais para a sua aposentadoria. Ao contrário do que muitos pensam, você não necessariamente precisa parar de trabalhar ao se aposentar. Inclusive, de acordo com uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) atualmente 71% das pessoas aposentadas trabalham para complementar a renda. A decisão que você tomar nesse momento vai definir o rumo do seu período de aposentadoria. 

Melhores investimentos 

Investir pode ser uma boa opção, porém é preciso ter atenção. Os investimentos escolhidos precisam ser mais seguros, em ativos de renda fixa, que cubram os efeitos da inflação. Os mais recomendados são os CDBs de longo prazo, LCIs e LCAs, CDI e Tesouro IPCA.

Previdência privada

Mais conhecida como previdência complementar, na alternativa o trabalhador contribui com determinado valor para uma instituição financeira particular. Existem vários formatos e tipos, com variação no valor de contribuição e nos prazos. O Banco do Brasil, por exemplo, oferece planos de previdência privada

Sou jovem, preciso pensar nisso agora?

Quanto antes, melhor. De acordo com uma pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), oito em cada dez brasileiros estão despreparados para a aposentadoria. Fuja dessa estatística para não passar sufoco quando chegar a hora. 

Quanto mais cedo você começar a investir na sua aposentadoria, mais tranquilo vai ser quando o momento chegar.

Este artigo é mais um conteúdo desenvolvido pela VP Labs com intuito de

veicular informação de qualidade ao máximo de pessoas possíveis. Se ainda não

conhece a VP, acesse nosso site!

Acesso rápido

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre educação financeira, investimentos e novidades da VP.

Autorizo o envio de conteúdo e estou de acordo com a Política de Privacidade da VP.

Siga nossas redes sociais

Acompanhe os conteúdos e fique por dentro das novidades!

Postagens relacionadas
Nenhuma postagem relacionada

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Notícia veiculada recentemente, diz que a empresa Vamos Parcelar Pagamentos e Correspondentes LTDA — a qual, entre outros, presta serviço de parcelamento de dívidas de IPVA e de multas de trânsito —, “sem justificativas, deixou de fazer os repasses ao governo local e colocou contribuintes em situação de inadimplência”.

Sempre atenta à sua responsabilidade legal e social, a Vamos Parcelar vem a público prestar alguns esclarecimentos referentes aos fatos noticiados.

Após a instauração de procedimentos internos, a Vamos Parcelar detectou ter sido vítima de ofensiva aos seus servidores que resultou na significativa compensação de transações inconsistentes, inseridas por meio de subterfúgios em sua plataforma.

Foram detectados, ainda, indícios de fraudes em algumas operações realizadas por terceiros que se passavam indevidamente por usuários da plataforma, as quais ainda estão em fase inicial de averiguação.

A empresa esclarece que fez contato com 2.039 pessoas das 2.142 que fizeram reclamações na plataforma “Reclame Aqui”. Encontram-se pendentes, apenas, 93 casos com quem a equipe da Vamos Parcelar segue fazendo contato para responder às queixas e sanar o problema o mais brevemente possível.

Quanto às alegadas “queixas de golpe financeiro”, a Vamos Parcelar informa que realizou o levantamento das ocorrências existentes e constatou que as pendências pontuais identificadas foram devidamente sanadas, com o consequente esvaziamento das hipóteses investigativas e a confirmação do não cometimento de qualquer conduta irregular pela empresa.

Segurança cibernética

A Vamos Parcelar informa que, tão logo tomou conhecimento das inconsistências implementou, imediatamente, os protocolos de segurança cibernética ao seu alcance para conter a ofensiva, que já se encontra controlada, e que continua trabalhando para otimizar os mecanismos de segurança contra operações indevidas.

A empresa continua atuando de forma diligente, com foco para mitigar os efeitos gerados pela ofensiva e informa que, a partir da auditoria interna realizada, instituiu um comitê de compliance, com apoio de empresa especializada, com fins de realizar o correto tratamento das inconsistências apuradas.

O comitê de compliance instituído determinou que todas as operações efetivadas desde a ofensiva sejam novamente examinadas de forma minuciosa e sistemática pela Vamos Parcelar, para que, então, os repasses possam ser realizados às empresas e órgãos competentes.

A recomendação de nova checagem em todas as transações programadas gerou atraso no repasse dos pagamentos aos órgãos, que já está sendo normalizado de acordo com a finalização das auditorias.

A empresa se compromete a continuar trabalhando para restaurar o serviço aos seus clientes e a regularidade dos repasses o mais rápido possível.

Em atenção ao compromisso de integral transparência e total colaboração, a Vamos Parcelar implementou, no dia 16/06/2023, canal de comunicação e mediação para que os consumidores entrem diretamente em contato com a empresa para solucionar eventuais inconsistências de repasse.

A Vamos Parcelar reitera que sua atividade, ao longo dos 5 anos de atuação no mercado de parcelamento de dívidas, sempre foi pautada por rigor ético e legal e manifesta, mais uma vez, que guiada pelo compromisso de integral transparência e total colaboração, manterá seus clientes informados de qualquer informação relevante relacionada ao evento aqui tratado.

Prontinho! Agora você já pode usar o seu cupom para colocar seus débitos em dia.

Copiar e pagar Copiado!