Vamos Parcelar

logo-vp

Imóveis: dicas para quem quer pesquisar casas novas à venda

Saiba como pesquisar da forma correta a sua casa própria.
3 min. de leitura
Acesso rápido

Financiar um imóvel novo é um compromisso e tanto para milhões de brasileiros que almejam comprar um bem desse porte. Apesar do alto valor, investir em imóveis gera expectativas positivas ao comprador, que na maioria dos casos faz um bom negócio. Mas, antes de fechar o contrato do financiamento, é imprescindível ler as nossas dicas. Adquirir casas novas à venda é ótimo, desde que o sujeito esteja ciente dos riscos e, claro, das melhores oportunidades. 

Leia o artigo com dicas valiosas para financiar um imóvel novo!

Começar pelo planejamento

Fazer um levantamento da atual situação financeira é uma medida assertiva, afinal, quem não conhece a fundo as próprias finanças corre sérios riscos de cometer equívocos no financiamento de um imóvel novo. 

Para se ter uma ideia da importância do planejamento, a maioria dos especialistas indica que o comprador deve ter ao menos 30% do valor total do imóvel para entrada do bem. Menos do que isso, torna o financiamento mais longo e com maior pagamento de juros.

Outro ponto importante é não comprometer mais do que 30% da renda mensal familiar na prestação do financiamento. Isso mesmo, o número 30 é seu aliado.

Fazer simulações

Existem instituições financeiras que simulam para o cliente diferentes tipos de financiamentos. Desse modo, o comprador conhece qual é o modelo mais adequado para o seu bolso.

Dá para fazer testes com as linhas de crédito, simulando também as projeções das prestações. Ainda, quanto será necessário comprovar de renda para ter o crédito aprovado.

Aproveitar as taxas de juros baixas

Em tempos de Taxa Selic baixa, financiar um imóvel pode ser uma boa escolha, pois os juros serão menores. Ficar de olho no percentual da Selic significa estar atento às oportunidades que o mercado oferece.

O lance é pesquisar e pesquisar. O mesmo apartamento pode custar prestações com juros maiores em um banco e menores no outro. Então, nada de fechar negócio na primeira e nem na segunda instituição, pesquise mais.

Providenciar a documentação

Não precisa contratar o financiamento para começar a ir atrás da documentação, é bom adiantar para não perder tempo. Documentos simples, como RG, CPF e Certidão de Casamento (apenas para casados), até Certidões judiciais municipais, estaduais e federais e comprovantes de renda, serão solicitados, juntamente com a documentação do cônjuge. Lembrando de que os documentos em dia agilizam o processo de liberação do financiamento. 

Conhecer bem o imóvel e o lugar

Depois de pesquisar bastante as casas novas à venda na internet e dar umas voltas pelas ruas da região, é hora das visitas. Portanto, nesse momento, é importantíssimo analisar cada detalhe, desde o acabamento, instalações elétricas e hidráulicas, a incidência do sol, a vista, tamanho dos cômodos e o que mais acharmos importante.

Em caso de mudança de bairro, conhecer a região, seus índices de segurança, o comércio local, serviços de educação e saúde, distância do trabalho e da escola das crianças, enfim, um checklist do novo lugar.

Delimitar a pesquisa

Como falamos muito em pesquisa, não poderíamos deixar de alertar para que haja delimitação nas buscas, ou seja, a casa deve estar dentro da realidade financeira e no bairro desejado. Isso porque, não raro, a pessoa se empolga com imóveis mais caros e o compra no impulso. 

Dessa forma, o melhor é definir uma faixa de preço da casa no sítio, a localização, os cômodos de acordo com a família ou da possibilidade de aumentar o número de integrantes. 

As dicas certamente se encaixam para a maioria dos perfis, sobretudo para quem deseja comprar um imóvel financiado com tudo organizado. Segui-las é uma excelente alternativa para a conquista tão esperada.

Este artigo é mais um conteúdo desenvolvido pela VP Labs com intuito de

veicular informação de qualidade ao máximo de pessoas possíveis. Se ainda não

conhece a VP, acesse nosso site!

Acesso rápido

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre educação financeira, investimentos e novidades da VP.

Autorizo o envio de conteúdo e estou de acordo com a Política de Privacidade da VP.

Siga nossas redes sociais

Acompanhe os conteúdos e fique por dentro das novidades!

Postagens relacionadas
Nenhuma postagem relacionada

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Notícia veiculada recentemente, diz que a empresa Vamos Parcelar Pagamentos e Correspondentes LTDA — a qual, entre outros, presta serviço de parcelamento de dívidas de IPVA e de multas de trânsito —, “sem justificativas, deixou de fazer os repasses ao governo local e colocou contribuintes em situação de inadimplência”.

Sempre atenta à sua responsabilidade legal e social, a Vamos Parcelar vem a público prestar alguns esclarecimentos referentes aos fatos noticiados.

Após a instauração de procedimentos internos, a Vamos Parcelar detectou ter sido vítima de ofensiva aos seus servidores que resultou na significativa compensação de transações inconsistentes, inseridas por meio de subterfúgios em sua plataforma.

Foram detectados, ainda, indícios de fraudes em algumas operações realizadas por terceiros que se passavam indevidamente por usuários da plataforma, as quais ainda estão em fase inicial de averiguação.

A empresa esclarece que fez contato com 2.039 pessoas das 2.142 que fizeram reclamações na plataforma “Reclame Aqui”. Encontram-se pendentes, apenas, 93 casos com quem a equipe da Vamos Parcelar segue fazendo contato para responder às queixas e sanar o problema o mais brevemente possível.

Quanto às alegadas “queixas de golpe financeiro”, a Vamos Parcelar informa que realizou o levantamento das ocorrências existentes e constatou que as pendências pontuais identificadas foram devidamente sanadas, com o consequente esvaziamento das hipóteses investigativas e a confirmação do não cometimento de qualquer conduta irregular pela empresa.

Segurança cibernética

A Vamos Parcelar informa que, tão logo tomou conhecimento das inconsistências implementou, imediatamente, os protocolos de segurança cibernética ao seu alcance para conter a ofensiva, que já se encontra controlada, e que continua trabalhando para otimizar os mecanismos de segurança contra operações indevidas.

A empresa continua atuando de forma diligente, com foco para mitigar os efeitos gerados pela ofensiva e informa que, a partir da auditoria interna realizada, instituiu um comitê de compliance, com apoio de empresa especializada, com fins de realizar o correto tratamento das inconsistências apuradas.

O comitê de compliance instituído determinou que todas as operações efetivadas desde a ofensiva sejam novamente examinadas de forma minuciosa e sistemática pela Vamos Parcelar, para que, então, os repasses possam ser realizados às empresas e órgãos competentes.

A recomendação de nova checagem em todas as transações programadas gerou atraso no repasse dos pagamentos aos órgãos, que já está sendo normalizado de acordo com a finalização das auditorias.

A empresa se compromete a continuar trabalhando para restaurar o serviço aos seus clientes e a regularidade dos repasses o mais rápido possível.

Em atenção ao compromisso de integral transparência e total colaboração, a Vamos Parcelar implementou, no dia 16/06/2023, canal de comunicação e mediação para que os consumidores entrem diretamente em contato com a empresa para solucionar eventuais inconsistências de repasse.

A Vamos Parcelar reitera que sua atividade, ao longo dos 5 anos de atuação no mercado de parcelamento de dívidas, sempre foi pautada por rigor ético e legal e manifesta, mais uma vez, que guiada pelo compromisso de integral transparência e total colaboração, manterá seus clientes informados de qualquer informação relevante relacionada ao evento aqui tratado.

Prontinho! Agora você já pode usar o seu cupom para colocar seus débitos em dia.

Copiar e pagar Copiado!