Vamos Parcelar

logo-vp

4 dicas para economizar na conta de água 

Seus hábitos podem influenciar no valor do boleto no fim do mês. Confira como reduzir o gasto de água e ajudar o bolso!
2 min. de leitura
Acesso rápido

Está cada dia mais desafiador pagar as contas básicas de casa como a de água, por exemplo. Eventualmente levamos um susto ao ver o valor da dívida no fim do mês. Por ser um gasto essencial, é indispensável que se pague o boleto no dia certo para evitar cortes indesejados. Várias atividades do nosso cotidiano dependem da água potável, como tomar banho, fazer comida e lavar roupa. Por vezes a conta vem cara por esses motivos. A boa notícia é que tem como economizar!

A água é uma matéria prima finita e pode acabar em qualquer momento da vida humana na terra. De acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU), 2,2 bilhões de pessoas no mundo já não têm acesso à água em condições adequadas para o uso. Segundo a pesquisa, 26 países já passam pelo problema de escassez e a previsão é de que até 2025 essa adversidade afete cerca 52 países. Reduzir o consumo é positivo de diversas formas: ao mesmo tempo que você economiza na conta, você também garante a manutenção desse recurso hídrico. 

Para ajudar nessa missão, listamos 4 dicas de como economizar água para colaborar com o seu bolso e com o planeta. Confira!

Vazamentos são grandes vilões 

Os vazamentos fazem com que o dinheiro vá por água abaixo. Antes de mais nada, é preciso explicar que nem sempre eles são aparentes, ou seja, é importante estar muito atento. Pode acontecer de surgir manchas de mofo na parede, mas às vezes a desconfiança só aparece ao verificar o hidrômetro ou um aumento repentino na conta de água. Nesse sentido, o ideal é ficar de olho nos encanamentos, nas paredes, chão e até no teto diariamente para perceber qualquer mínimo sinal. 

Feche a torneira

Mantenha o registro fechado ao lavar a mão, escovar os dentes e lavar o rosto. Só abra a torneira na hora de tirar o sabão ou a pasta de dente, depois que já tiver feito o procedimento completo. Desse modo, a economia pode chegar a 12 litros em casas e 80 litros em apartamentos. Por fim, verifique também se a torneira foi bem fechada para evitar que ela fique pingando. Ao menos 16 mil litros de água limpa são desperdiçados por conta de registros mal fechados. 

Reaproveite a água

Há várias formas de reaproveitamento, por exemplo armazenando água da chuva ou reutilizando aquela que foi usada para lavar roupas. Deixou a roupa de molho ou utilizou um tanquinho para bater as peças? Esse líquido não precisa ser jogado fora! Depois que o processo chegar ao fim, você pode reutilizá-lo lavando garagens, banheiros e carros. No caso da água da chuva, é possível comprar recipientes apropriados para essa coleta. Na internet, barris de captação de 80 a 240 litros são encontrados por um valor médio de R$ 100 a R$ 250 reais. 

Tome banhos rápidos 

Por vezes as pessoas usam o banho como um momento para relaxar, porém, a cada 15 minutos, 135 litros de água vão embora pelo ralo. Portanto, o ideal é tomar banhos rápidos, com tempo suficiente somente para fazer a higienização do corpo. Em outras palavras, não se deve relaxar debaixo da água.  Além disso, deixe o chuveiro aberto somente nos momentos de enxágue. Por fim, uma outra alternativa para economizar dinheiro e água é toma-los gelados em épocas de calor. 

Este artigo é mais um conteúdo desenvolvido pela VP Labs com intuito de

veicular informação de qualidade ao máximo de pessoas possíveis. Se ainda não

conhece a VP, acesse nosso site!

Acesso rápido

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre educação financeira, investimentos e novidades da VP.

Autorizo o envio de conteúdo e estou de acordo com a Política de Privacidade da VP.

Siga nossas redes sociais

Acompanhe os conteúdos e fique por dentro das novidades!

Postagens relacionadas
Nenhuma postagem relacionada

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Notícia veiculada recentemente, diz que a empresa Vamos Parcelar Pagamentos e Correspondentes LTDA — a qual, entre outros, presta serviço de parcelamento de dívidas de IPVA e de multas de trânsito —, “sem justificativas, deixou de fazer os repasses ao governo local e colocou contribuintes em situação de inadimplência”.

Sempre atenta à sua responsabilidade legal e social, a Vamos Parcelar vem a público prestar alguns esclarecimentos referentes aos fatos noticiados.

Após a instauração de procedimentos internos, a Vamos Parcelar detectou ter sido vítima de ofensiva aos seus servidores que resultou na significativa compensação de transações inconsistentes, inseridas por meio de subterfúgios em sua plataforma.

Foram detectados, ainda, indícios de fraudes em algumas operações realizadas por terceiros que se passavam indevidamente por usuários da plataforma, as quais ainda estão em fase inicial de averiguação.

A empresa esclarece que fez contato com 2.039 pessoas das 2.142 que fizeram reclamações na plataforma “Reclame Aqui”. Encontram-se pendentes, apenas, 93 casos com quem a equipe da Vamos Parcelar segue fazendo contato para responder às queixas e sanar o problema o mais brevemente possível.

Quanto às alegadas “queixas de golpe financeiro”, a Vamos Parcelar informa que realizou o levantamento das ocorrências existentes e constatou que as pendências pontuais identificadas foram devidamente sanadas, com o consequente esvaziamento das hipóteses investigativas e a confirmação do não cometimento de qualquer conduta irregular pela empresa.

Segurança cibernética

A Vamos Parcelar informa que, tão logo tomou conhecimento das inconsistências implementou, imediatamente, os protocolos de segurança cibernética ao seu alcance para conter a ofensiva, que já se encontra controlada, e que continua trabalhando para otimizar os mecanismos de segurança contra operações indevidas.

A empresa continua atuando de forma diligente, com foco para mitigar os efeitos gerados pela ofensiva e informa que, a partir da auditoria interna realizada, instituiu um comitê de compliance, com apoio de empresa especializada, com fins de realizar o correto tratamento das inconsistências apuradas.

O comitê de compliance instituído determinou que todas as operações efetivadas desde a ofensiva sejam novamente examinadas de forma minuciosa e sistemática pela Vamos Parcelar, para que, então, os repasses possam ser realizados às empresas e órgãos competentes.

A recomendação de nova checagem em todas as transações programadas gerou atraso no repasse dos pagamentos aos órgãos, que já está sendo normalizado de acordo com a finalização das auditorias.

A empresa se compromete a continuar trabalhando para restaurar o serviço aos seus clientes e a regularidade dos repasses o mais rápido possível.

Em atenção ao compromisso de integral transparência e total colaboração, a Vamos Parcelar implementou, no dia 16/06/2023, canal de comunicação e mediação para que os consumidores entrem diretamente em contato com a empresa para solucionar eventuais inconsistências de repasse.

A Vamos Parcelar reitera que sua atividade, ao longo dos 5 anos de atuação no mercado de parcelamento de dívidas, sempre foi pautada por rigor ético e legal e manifesta, mais uma vez, que guiada pelo compromisso de integral transparência e total colaboração, manterá seus clientes informados de qualquer informação relevante relacionada ao evento aqui tratado.

Prontinho! Agora você já pode usar o seu cupom para colocar seus débitos em dia.

Copiar e pagar Copiado!